28.7 C
Paramirim
16 de maio de 2021
Início História Os primeiros estudos para construção da Barragem do Zabumbão

Os primeiros estudos para construção da Barragem do Zabumbão

Corria o ano de 1932, o sertão da Bahia passava por uma crise hídrica sem precedente. Lavouras e mais lavouras destruídas por falta de chuvas, pastagens arruinadas, comércio desfalcado, fontes de água exauridas, gêneros alimentícios desaparecidos das feiras livres, famílias inteiras debandadas para outras terras em busca da sobrevivência. Assim, noticiava a imprensa da época, assim contavam os testemunhos dessa triste realidade marcada de sofrimento principalmente para o homem do campo. Esse sombrio episódio ficou conhecido em todo interior do estado como a crise de 32. Suas marcas se arrastaram pelos anos a fora obrigando os entes governamentais a tomarem a provisão de água como prioridade zero na vida do sertanejo.

Os anos da década de 30, como podemos ver, foram todos eles pontuados por importantes efemérides de cunho nacional e local, que ao lado da crise de 32, podem ser lembradas para melhor elucidar a evolução dos fatos que  influenciaram a nossa história a começar pela Revolução de 1930, marcada pela ascensão de Vargas ao poder, a criação do primeiro código eleitoral brasileiro, o direito do voto à mulher, a promulgação de duas constituições federais em um curto espaço de tempo e a implantação do Estado Novo com duração até meados da década de 40.  No âmbito local, o município de Paramirim experimentou nesse decênio três eleições, uma delas municipal, teve seis prefeitos, três nomeados por decreto estadual, um deles interino, um eleito pela Câmara de Vereadores e outro consagrado nas urnas pela vontade popular. Nesse período, abriu-se as primeiras estradas carroçáveis para os municípios vizinhos, ensaiou-se a construção de uma linha telegráfica para a cidade de Rio de Contas e efetivou-se a construção do seu terceiro cemitério na sede municipal, fato não muito comum em outras cidades.

Enquanto isso, a população sofrida, sem o alento da terra, sem emprego e sem rendas partia para o além São Francisco ou para o interior de São Paulo deixando para trás o torrão natal, fato esse interpretado na voz do Rei do Baião como A Triste Partida. Daí para cá, outras penúrias existiram em lugares diferentes não tão gritantes e agressivas como a de 32. O Nordeste do Brasil sempre passou por situações semelhantes, razões pelas quais o êxodo rural para o Sul do pais tem sido o primordial fator da despovoação do campo e a consequente falta de braços para a lavoura.

Em 1932, começa a construção do grande açude de Macaúbas, motivado pelos efeitos da seca que nesse ano imperava no sertão da Bahia. Em 1932, começa também os primeiros ensaios para construção da Barragem do Zabumbão no rio Paramirim. No Início, era apenas conversa, sonhos e desejos alimentados por sucessivas gerações, todos eles irrigados de promessas e ilusões, porque não dizer também tapeações.

Deixando para trás as promessas políticas e as conversas desencontradas sobre a construção da barragem do Zabumbao no rio Paramirim, cabe-nos registrar que os primeiros estudos para sua construção aconteceram no início de janeiro de 1039. Antes disso não há nenhum indicio ou provas que tal fato tenha acontecido. Mais uma vez valemo-nos dos escritos que escaparam à ação do tempo para corroborar nossa afirmativa, fazendo prevalecer o velho ditado de que quem mata a cobra tem que mostrar a cobra morta ou na melhor das hipóteses, o instrumento do crime.

Tudo começou com um pedido do Cel. Francisco Brasil, então prefeito municipal, ao Departamento das Municipalidades, órgão ligado ao governo do estado, para indicação de um técnico a fim de estudar as possibilidades de construção de um açude no rio paramirim pela prefeitura em cooperação com o  Ministério da Viação. Por conta dessa solicitação, o governo estadual designou o engenheiro Fernando Marques que chegou a Paramirim no dia 15 de janeiro de 1939 e, logo, partiu para o cumprimento de sua missão, conforme foi comunicado por telegrama ao referido departamento. Assim sendo, esse foi o primeiro estudo oficialmente realizado para construção da Barragem do Zabumbão, cujas despesas de transporte e hospedagem do técnico designado mais operários empregados na picada e demais serviços somaram dois contos, cento e setenta e nove mil reis (2:179$000) pagos pelos cofres do município de Paramirim.

Os resultados desse estudo podem ser lidos no relatório da prefeitura de Paramirim dirigido em 19 de fevereiro de 1940 ao Governador Landulpho Alves de Almeida, sintetizado nos seguintes dizeres: ” Tomando como ponto de partida para a realização de uma grande obra que possa futuramente preservar o Município das secas periódicas, a prefeitura custeou o estudo técnico da construção de uma barragem no lugar ” Zabumbão”, a dois quilômetros d’esta cidade, no Rio Paramirim, cujos serviços foram confiados a um engenheiro do Departamento das Municipalidades o qual, em seu relatório, diz ser o lugar escolhido” de vantagens excepcionais “. Efetivamente construída que seja a barragem que se pretende, poderemos reconquistar o título de “Celeiro de Sertão” que em outros tempos possuiu esse Município. Para a consecução almejada basta apenas um pequeno esforço do Ministério da Viação, pois, segundo o orçamento apresentado pelo técnico do Departamento das Municipalidades, a construção custará apenas 1:220:000$000.

Paramirim, 15 de abril de 2021

Prof. Domingos

Fonte: Facebook de Domingos Belarmino.

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos