21.5 C
Paramirim
16 de abril de 2021
Início Fotos Antigas Ulysses Cayres Brito

Ulysses Cayres Brito

Encontramos esta fotografia na página do Facebook da senhora Judilce Cardoso, a imagem é do senhor Ulysses Cayres Brito. Temos pouco a dizer sobre ele, pois não tivemos a honra de viver em seu tempo, mas sempre quando falamos de Ulysses a alguém que conviveu na época dele a resposta é a mesma: “Um homem fora do sério, de muita honestidade, caráter e acima de tudo justo”.

Sabemos que muitos dos nossos visitantes podem dar suas contribuições ao nosso Site, embelezando-o com os seus importantes comentários. Não se acanhe, deixe-nos uma mensagem. Paramirim lhe agradecerá de coração.

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

3 COMENTÁRIOS

  1. Dentre todas as virtudes deste grande Homem, destaco o seu equilíbrio. Equilibrar-se não necessariamente significa estar no meio, mas, ir aos extremos sem cair-se. Isso Sr. Ulisses desempenhava com muita maestria.
    Soube como ninguém, comportar-se com ética, quando os “anos de chumbo” marcaram a política de Água Quente, na disputa partidária de João Martins X Érico Cardoso. Sempre tratou com estima e respeito o laço que o ligava ao primeiro, na condição de genro de Herculano Martins, tio daquele, bem como o laço que o ligava ao segundo, na condição de primo irmão. Jamais abaixou o nível para enveredar-se pelas trilhas da subserviência, tão em moda nos dias hodiernos.
    A grandeza de Ulisses Cayres de Brito, as suas virtudes, têm um sentido de plenitude, nunca sofreram hiatos, nem intervalos na sua vida; esses valores estavam intrínsecos na sua permanência e na constância.
    As alternâncias, as mutações da imagem e da conduta, são incompatíveis com o esplendor que ilumina o espírito dos homens superiores.
    Ninguém melhor do que Sr. Ulisses, um verdadeiro sacerdote da concórdia, manteve uma unidade interior, ininterrupta, que tornava previsíveis as atitudes e as suas ações.
    Deslembrado de si, procurava legar para a sociedade paramirinhense a sua “cartilha” escrita com as tintas indeléveis da ética, da seriedade e da honradez. Transbordava o seu amor e a sua solidariedade, que o faziam um cidadão do mundo, “clemente, justo e sábio”.
    Não foi uma pessoa de arroubos e arrebatamentos instantâneos, para depois mergulhar na neutralidade árida e estéril.
    Ao invés, manteve-se sempre nas alturas, preocupado com os outros, com os amigos e com as atuações dos governantes.
    Essa foi a constante da sua vida: o trabalho, a honra, a paz, o social.
    Não tinha qualquer sentimento de culpa, porque o pecado e o vício nunca o contagiaram, e nem ousaram dele se aproximar.
    Feliz é aquele que teve o privilégio de conhecê-lo e poder se mirar nos exemplos deste valoroso sertanejo.

    Délio João Viana Martins
    Escritor e Membro Efetivo da Academia Guanambiense de Letras.

  2. Dentre todas as virtudes deste grande Homem, destaco o seu equilíbrio. Equilibrar-se não necessariamente significa estar no meio, mas, ir aos extremos sem cair-se. Isso Sr. Ulisses desempenhava com muita maestria.
    Soube como ninguém, comportar-se com ética, quando os “anos de chumbo” marcaram a política de Água Quente, na disputa partidária de João Martins X Érico Cardoso. Sempre tratou com estima e respeito o laço que o ligava ao primeiro, na condição de genro de Herculano Martins, tio daquele, bem como o laço que o ligava ao segundo, na condição de primo irmão. Jamais abaixou o nível para enveredar-se pelas trilhas da subserviência, tão em moda nos dias hodiernos.
    A grandeza de Ulisses Cayres de Brito, as suas virtudes, têm um sentido de plenitude, nunca sofreram hiatos, nem intervalos na sua vida; esses valores estavam intrínsecos na sua permanência e na constância.
    As alternâncias, as mutações da imagem e da conduta, são incompatíveis com o esplendor que ilumina o espírito dos homens superiores.
    Ninguém melhor do que Sr. Ulisses, um verdadeiro sacerdote da concórdia, manteve uma unidade interior, ininterrupta, que tornava previsíveis as atitudes e as suas ações.
    Deslembrado de si, procurava legar para a sociedade paramirinhense a sua “cartilha” escrita com as tintas indeléveis da ética, da seriedade e da honradez. Transbordava o seu amor e a sua solidariedade, que o faziam um cidadão do mundo, “clemente, justo e sábio”.
    Não foi uma pessoa de arroubos e arrebatamentos instantâneos, para depois mergulhar na neutralidade árida e estéril.
    Ao invés, manteve-se sempre nas alturas, preocupado com os outros, com os amigos e com as atuações dos governantes.
    Essa foi a constante da sua vida: o trabalho, a honra, a paz, o social.
    Não tinha qualquer sentimento de culpa, porque o pecado e o vício nunca o contagiaram, e nem ousaram dele se aproximar.
    Feliz é aquele que teve o privilégio de conhecê-lo e poder se mirar nos exemplos deste valoroso sertanejo.

    Délio João Viana Martins
    Escritor e Membro Efetivo da Academia Guanambiense de Letras.

  3. Ulysses Cayres Britto, um símbolo de HONESTIDADE
    Tenho boas lembranças dele.
    Eu estudava em Paramirim, morava na casa de Mariazinha, sua irmã.
    Ao amanhecer do dia ele chegava com seu irmão Antonio Brito para tirar leite das vacas no curral que ficava no quintal da casa acima mencionada.
    Só tinha o curso primário mas escrevia muito bem.
    azia
    Me lembro quando eu, irmãos e primos estudávamos em Salvador, ele estava hospedado em nosso apartamento e Normando fazia o curso Clássico e queria mudar para o Científico, achando uma brecha no Histórico Escolar quis colocar um nota. Wlysses falou: ” quando chegar em Paramirim vou mandar fazer um carimbo com os dizeres: este documento não contém rasuras”
    Quando prefeito, ao terminar o mandato na prestação de contas não tinha as moedas e deu caixas de fósforo no valor das moedas.
    Era um conselheiro.
    CARÁTER, HONESTIDADE—– sua bandeira
    Devo muito a vc meu primo querido.
    SAUDADES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos