21.9 C
Paramirim
4 de dezembro de 2020
Início Paramirim Tédio - Poema

Tédio – Poema

Assista ao Vídeo:

Tédio – Poema

Tudo é um tédio

A vida é um tédio

O dia é um tédio

Eu por si só sou um tédio

Às vezes, sinto-me assim

Sem nada para fazer

Sem um pensamento encontrar

Apenas o vazio do nada

São apenas momentos

Reflexos de uma existência

Talvez seja assim com todos

Talvez não

Não sou o tempo todo tédio

Sou tédio enquanto estou assim

Da forma que não sei pensar

Que não sei agir

O bom é que este tédio passa rápido

Meu medo é que ele chegue, goste e faça de mim a sua eterna morada.

Autor: Luiz Carlos Marques Cardoso.

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos