34.2 C
Paramirim
14 de abril de 2021
Início Paramirim SAUDADE DA MINHA TERRA, poema de José Eduardo Martins Barros

SAUDADE DA MINHA TERRA, poema de José Eduardo Martins Barros

SAUDADE DA MINHA TERRA

***

Eu não sou daqui, da beira do mar

Saudade eu tenho, do meu Arraiá

Eu não sou daqui, desse litoral

Sou da Pedra Branca, sou do Tabual

Sou de São José, não de Iemanjá

Eu não sou daqui, quero o meu lugar

Lá não tenho pressa, ando devagar

Tenho na varanda, rede pra deitar

Tem carro de boi, leite no curral

Cana no engenho, paz no meu quintal

Amigos de bar, de farra e preguiça

Amigos de fé, sem mal nem malícia

Viver esta vida, sem temer a morte

Sob a proteção do Padroeiro Forte.

***

José Eduardo Martins Barros

Salvador, 30 de julho de 2015

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos