31.2 C
Paramirim
14 de abril de 2021
Início Paramirim SÃO JOSÉ DA LAGOA - Por Antônio Gilvandro

SÃO JOSÉ DA LAGOA – Por Antônio Gilvandro

Como vem acontecendo em todo mundo planetário, aqui também recebe com alegria o mês de São José. Mês de Março surgiu na Roma Antiga, quando era o primeiro mês do ano e chamava-se Martius, de Marte, o Deus romano da guerra. Em Roma, onde o clima é mediterrânico, Março é o primeiro mês da primavera, um evento lógico para se iniciar um novo ano. Muitas outras culturas e religiões ainda celebram até hoje o Ano Novo em março. Este mês foi dedicado pela Igreja Católica a São José, José de Nazaré, José Carpinteiro ou São José Operário. Segundo o Novo Testamento, o esposo da Virgem Maria e pai nutrício de Jesus era homem simples, nascido em Belém. Descendente da casa real de Davi, é venerado como Santo pelas Igrejas Católica, Anglicana, Ortodoxa, Oriental e Luterana. Precisamente, aqui em Paramirim, há inúmeros anos, desde o século XIX, cultua-se este venerável genitor adotivo de Jesus. O Prof José Cândido Vieira foi o pioneiro, tendo em sua casa a imagem de seu Santo Xará, ícone muito simpático, que foi introduzido na Capela por ele construída, onde continuou a celebração em todo mês de março que se lhe dedicaram. Isto durou até que, na década de 1920, ocorreu um bárbaro homicídio de um moço pobre chamado Nonô, após ser torturado e baleado bem no batente da porta da Capela. Motivo: porque com alguns amigos participou de um forró no casarão, onde hoje é a popularmente Rua da Pipoca (Rua Francisco de Matos). Devido a esse crime inominável a Capela foi interditada pelas autoridades eclesiásticas, que suspenderam a celebração de cultos, tornando-se doravante nulos todos os atos ali a acontecer. Daí a imagem preciosa foi levada para a Igreja Matriz de Sto. Antônio, estando no seu altar-mor. Daquele acontecimento funesto ocorrido na porta do pequeno Santuário josefino, até que Dr. Milton Britto com outros companheiros, inclusive da família Lorminda partiu para resgatar os festejos adormecidos, obtendo outra imagem para o Bairro da Lagoa. Amém.

Texto: Antônio Gilvandro Martins Neves.

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos