26.6 C
Paramirim
27 de novembro de 2022
Início Caatinga Outono No Sertão - Poema De Um Sertanejo

Outono No Sertão – Poema De Um Sertanejo

Assista ao Vídeo:

O sertão mudou rapidamente

Na minha mente continua igual

Ficou pelo passado o verão

Pasta pelo chão triste o animal.

***

A chuva partiu com a asa branca

Sobrou lembrança de dias felizes

O vento faz palpitar meu peito

Deste jeito nascem cicatrizes.

***

Mês de maio avança o outono

Sem dono fica a casa no lugar

O jumento aguerrido trabalhador

Pela dor da fome vive a penar.

***

As árvores desnudas padecem

As estrelas crescem na noite fria

A água desapareceu da terra

Na cabeça pesa muita agonia.

***

Logo chegará o bravo inverno

Maior inferno tudo abraçará

Faltando o vigoroso pasto

O magro gado de frio trombará.

***

Cada estação com seus problemas

A friagem é tema do momento

Não há nada o que possamos fazer

É sofrer calado este tormento.

***

Luiz Carlos Marques Cardoso

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos

O Brasil é um país violento?

Plantando Baobá No Sertão Da BAHIA

Em Busca Do Pássaro Raro

Circo E Suas Boas Resenhas