29.5 C
Paramirim
25 de fevereiro de 2021
Início Fotos Antigas O primeiro fotógrafo de Paramirim, do qual se tem noticias escritas

O primeiro fotógrafo de Paramirim, do qual se tem noticias escritas

O primeiro fotógrafo de Paramirim, do qual se tem notícias escritas.

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras. Por ai se tira a importância da fotografia para a história. Ela permite passar de geração a geração tudo aquilo que vivemos. Usos, costumes, roupas, cabelos, momentos bons e ruins. Os primeiros registros fotográficos pelo que se sabe surgiram na França, em 1836.

Duas perguntas, dentre as mais difíceis de responder com relação à história da fotografia em Paramirim, são: Quem foi o nosso primeiro fotógrafo e qual o nosso registro fotográfico mais antigo. Tudo isso no tempo em que a fotografia era simplesmente chamada de retrato e a grafia da palavra era com pho.

Para que não fique sem resposta a primeira questão, valemo-nos de um documento encontrado nos arquivos da Prefeitura de Paramirim, datado de 05 de fevereiro dec1933, assinado pelo então prefeito do município Cel. Francisco Brasil Rodrigues da Silva na forma e no teor seguinte.

 ” Aos cinco dias do mês de fevereiro do ano de mil novecentos e trinta e três nesta vila de Paramirim, da comarca de Rio de Contas, no Estado da Bahia, no gabinete do prefeito municipal Cel. Francisco Brasil Rodrigues da Silva, que se achava presente, compareceu o fotographo OSCAR CARIA e em presença das testemunhas abaixo assinadas disse que vinha assinar o presente termo de contrato de acordo com as cláusulas a seguir. “

Baseado nessas declarações, lavradas de forma clara e objetiva em livro competente pelo punho do exímio secretário da prefeitura, cidadão José Trajano de Araújo, podemos afirmar que o primeiro fotógrafo de Paramirim de que se tem notícias escritas foi de fato o senhor OSCAR CARIA, contratado pela municipalidade na capital do estado para proceder o serviço fotográfico do município para o alistamento eleitoral em andamento.

Ainda pelo teor do referido contrato, a prefeitura de Paramirim, como contratante, obrigava-se a pagar ao mencionado profissional a importância mensal de duzentos e cinquenta mil reis (250$000) livre de quaisquer despesas, inclusive transporte de ida e volta à capital, estada e assistência confortável que lhe for prestada, ocorrendo tudo por conta dos cofres municipais

Por conta desse generoso contrato, o senhor Oscar Faria permaneceu sob os auspícios da ” Mãe Carinhosa ” por alguns meses fotografando ou melhor retratando os conterrâneos da época para o alistamento eleitoral, conforme determinava o primeiro Código Eleitoral Brasileiro criado pelo Decreto 21.076, de 24 de fevereiro de.1932. Como rastro perene do seu trabalho, algumas fotos por ele produzidas permanecem até hoje a testemunharem   trechos curiosos da vila de Paramirim da década de trinta com os seus usos e costumes, seus personagens, sua paisagem, como o único e insubstituível registro fotográfico da Praça Santo Antônio com o antigo casarão de seu Lauro Vieira.

Paramirim, 23/01/2021

Prof. Domingos Belarmino da Silva

Fonte: Facebook.

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos