26.8 C
Paramirim
3 de março de 2021
Início Nota de Falecimento Foi-se, Joaquim, o Joaquim de Helena! - Por Jairo Brito

Foi-se, Joaquim, o Joaquim de Helena! – Por Jairo Brito

Pouca gente da convivência paramirinhenses não o conhecia, nem que fosse de nome.

Não sei por onde começar por falar de Joaquim.

Com a minha cabeça de Engenheiro, talvez comece por uma construção sua, numa esquina, frente ao centro espírita.

Me chamou atenção a “técnica construtiva” usada por ele naquela obra, ali fiquei conhecendo este homem de porte alto e altivo que tinha um caminhão pra fazer feira na vizinhança.

Vamos seguindo, e dou um pequeno retrocesso no tempo para lembrar a veia política partidária de Joaquim.

Na verdade, esta veia me parece ser da dona Helena, que só conheci na filharada, todos “políticos”, como o primeiro que me tornou chegado, o barulhento “Vavá de Helena”.

Gente pra povoar toda a Beira da Lagoa, o “terreiro” onde eles nasceram e criaram. Hoje procurei saber, teve quem dissesse serem 12 irmãos.

Desta sua veia partidária forte, poucas vezes caminhamos juntos, mas nada, nada, a interferir na nossa prosa, no nosso relacionamento cordial.

O relacionamento com Joaquim foi-se aproximando, até um dia, nós, já mais chegados, numa conversa que fazia sentido, o parabenizei, respeitosamente, pela família de moças e mulheres bonitas, filhas suas.

Ele, se não confirmou categórico, fez-se mostrar consciente do fato, sem conseguir disfarçar a ponta de orgulho.

Mas se me dessem uma única oportunidade pra falar de Joaquim, esta não deixaria de lado… A sua ligação indissociável do irmão, o outro, o João de Helena. Era ver um, ver o outro!

Era bonito vê-los passar juntos. Podia-se marcar a hora, e não demoravam vinham num baião de dois, Joaquim e João, na sua pontual caminhada matinal pela César Borges. 

Não raro eu os cumprimentava, quase sempre com uma pilhéria. Há cerca de um mês, passou João sozinho… não pude deixar de mais uma brincadeira e disse que daquele jeito não assentava, só valia se fossem os dois, que nunca se apartavam.

Meio tristonho, João disse qualquer coisa, e que Joaquim estava meio adoentado. Não me passou pela cabeça pudesse ser Covid.

Dias depois soube da transferência de Joaquim pra Barreiras, torcemos para que retornasse para as caminhadas em dupla… Mas o destino não aceitou e, se levou uma pessoa que fará falta a muitos, por certo nunca a que fará ao seu irmão e grande parceiro, João, ambos de Helena.

Texto do nosso amigo Jairo Brito, famílias e entes queridos agradecem a consideração e lembrança.

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos