19 C
Paramirim
17 de janeiro de 2021
Início Entrevistas Conheça a Pedra da Mesa e veja como ela se sustenta

Conheça a Pedra da Mesa e veja como ela se sustenta

Pedra da Mesa ou Pedra Antônio Fagundes

Com o passar do tempo e a procura incessante por novas descobertas nossa região aos poucos vai ganhando novos atrativos turísticos. Foi com muita alegria que recebemos um comunicado de um senhor, neste ele relatava que em uma de suas propriedades se encontra uma pedra aparentando com a nossa famosa Pedra de Santana. Combinamos com o mesmo que breve iríamos a tal local. E o dia enfim chegara. O grupo Os Trilheiros do Cafundó saiu na manhã do dia 04 de março de 2012, para o encontro com o senhor Antônio Fagundes. Antônio reside na Comunidade de Sítio Manoel Domingues, saindo da sede de Paramirim na direção da Comunidade de Caraíbas entra à esquerda na estrada logo após a segunda cerâmica (a primeira é a da saída de Paramirim), tem uma placa indicando KM 354. Percorre mais uns três quilômetros até a casa de Antônio. Da residência dele fomos até o pé da serra em uma Picape Ford de cor verde, o condutor foi o próprio. A subida até a pedra é de fácil acesso, só precisa andar. A Pedra foi nomeada por Antônio Fagundes de Pedra da Mesa, mas por está ela na propriedade dele e por ter sido ele quem a descobriu resolvemos acrescentar e ao mesmo tempo homenageá-lo, que por sinal é um bom contador de histórias, Pedra Antônio Fagundes.

Os Trilheiros do Cafundó nas pessoas de George Luiz, Tulinha, Raimundo Sucupira e Luiz Carlos Bill agradecem a Antônio Fagundes pela hospitalidade.

Aperte aqui para ver mais fotos dessa Pedra

Olhe como a grande pedra se sustenta

Assista ao vídeo da Pedra:

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

6 COMENTÁRIOS

  1. Se vocês querem homenageá-lo, é melhor respeitar o nome que o próprio deu à pedra, que aliás é muito mais significativo que” chamá- la” de pedra Antônio Fagundes.
    Na minha opinião, ao se trocar um nome dado pela pessoa que realizou o “descobrimento” de alguma coisa é deselegante.

  2. Não se trata de obra da natureza, como falaram. Os dólmens são monumentos megalíticos construídos pelo homem. A Pedra da Santana é um dólmen, um dos poucos existentes na América do Sul. Essas construções foram feitas a milhares de anos por nossos ancestrais. Não sabemos ao certo por quem e o motivo. Alguns estudiosos apontam para um significado ritualístico ou astronômico. Não sabia da existência da Pedra da Mesa, parece-me que é também um dólmen, mas carece de uma análise por arqueólogos para a comprovação. É uma pena que ninguém se interessa pela análise. O que impressiona é que os dois se encontram na mesma região, o que pode significar muita coisa. Pretendo visitar os dois monumentos nas férias. Parabéns pela divulgação.

  3. Luiz Carlos, se possível, seria interessante que marcasse no Wikimapia a localidade correta dos dois monumentos, isso facilitaria a divulgação dos monumentos megalíticos. Localize Paramirim no mapa do Wikimapia e marque a localização.

    Olhando bem, acho a Pedra da Santana mais bonita, mas ambas são interessantes pelo valor histórico que representam. Quando olhamos a Pedra da Santana logo vemos que se trata de uma construção minimamente calculada pelo homem. As três pedrinha sustentando são muito interessantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos