29.2 C
Paramirim
1 de fevereiro de 2023
Início Érico Cardoso COMO SERIA A COMUNIDADE SEM O BAR?

COMO SERIA A COMUNIDADE SEM O BAR?

COMO SERIA A COMUNIDADE SEM O BAR?

A palavra BAR é a sigla de  “BEER & ÁLCOOL ROOM”.

Quem passou pelas décadas de 50, 60, 70,80,90 e também nos dias hodiernos, no entanto, esses sem a importância de antanho, sabe o quanto era valoroso o BAR na juventude de outrora.

As conversas de “boteco” nos finais de tardes têm efeitos terapêuticos. Isso é uma constatação. Toda garrafa vazia, sem dúvidas está cheia de histórias!

Bar é a celebração do amor, da convivência, da alegria e também o local dos desabafos sentimentais. O Bar é a arena das nossas maiores emoções, o consolo de quem perdeu, e, o pódio dos campeões. É inconcebível um mundo sem Bar.

E, falando em BAR, a foto nos sugere rebuscar as nossas irreversibilidades memoriais dos tempos idos da então Água Quente, que mesmo no borbulhar da sua temperatura político/partidária, mantinha-se o respeito à dignidade da pessoas e independente do partido político, todos os jovens, rapazes tinham encontros certos nos saudosos BARES: BAR DE PAULO ALBERTO; BAR DE DORMÁRIO; BAR DE RAIMUNDÃO; BAR DE MANOEL DE ZUITA; BAR DE ZÉ INSPETOR; BAR DE MICA; BAR CARIRI; BAR CAPIM-GORDURA; BAR DE DÚ; BAR DE JOÃO GERMANO; BAR DE ARLINDO (estrategicamente localizado no início da Rua da Máquina, passagem certa dos banhistas dos saudosos banhos no “Poção”).

Nesses bares tinham as presenças marcantes de GENTIL DE MELÂNIA; VALDÃO; ZÉ ROLDÃO; BIACA; ZÉ DE BASÍLIO; DOZIN DE ISAQUE; NILO; RENATO; NABOR; HERMES; NADINHO DE TÕE DE MARTIN; QUINQUINHA; BETO E MAZIM DE ZÉ DE FELINTO; NENZIM DE SÁ MILÚ; NILTON; BRÁULIO; CHICO DE LALAU; e tantos outros de saudosas memórias. Assim vivíamos, sem sinal de TV, sem telefone, sem watzap. As notícias chegavam através de cartas, recebidas após 30 dias de postadas, e éramos FELIZES e SABÍAMOS! O que não sabíamos era que um dia a tecnologia viria, e, mesmos juntos, nunca estivemos tão distantes e ausentes em nós mesmos!

Délio Martins

Escritor

Luis Carlos Billhttps://focadoemvoce.com/
Luiz Carlos Marques Cardoso (Bill) trabalha de forma amadora com fotografia e filmagem. Ele gerencia atualmente dois sites: um de notícias e um pessoal. Está presente nas redes sociais, como no Instagram e Facebook, e tem um canal no YouTube com uma variedade grande de vídeos referentes à região da Chapada Diamantina e do Sertão brasileiro. Sua formação profissional é a de Contador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique Conectado

5,996FãsCurtir
3,600SeguidoresSeguir
105,000InscritosInscrever

Anuncie Aqui

Anunciando sua marca, produto ou serviço nesta página você terá a garantia de visibilidade entre usuários qualificados. São mais de 15.000 usuários únicos e 200.000 visualizações mensais.

Mais Artigos

Espirradeira A Planta

As Aves Acordando Na Lagoa

Casaca De Couro Da Lama Por Quê?

Pombinha Cantando