TAPUIA

Autor – desconhecido

Que fazes linda Tapuia?
Nas matas deste Sertão.
As matas são frias e tristes,
Não queiras morrer de sezão...Não queiras morrer de sezão.

Só quero carinho...Nas matas eu nasci
Se delas tu não gostas, não fiques mais aqui.

As matas se fez para as feras,
Não fiques de feras aqui.
Tenho criado, riquezas e engenhos,
Dinheiro só para ti...Dinheiro só para ti

Só quero carinho... Não tenho ambição
De nada eu preciso aqui neste sertão.

Tapuia antes vestir uma saia,
De cambraia e rico balão.
Tapuia teu corpo é lindo,
Fica mal feito vestindo algodão...Fica mal feito vestindo algodão...

Só quero carinho...Sou uma pobre roceira
Só faço meus trabalhos com roupas caseiras.

Tapuia venha comigo
Tu mereces o meu tesouro,
Tapuia venha comigo,
Te dou sapatos de ouro... Te dou sapatos de ouro

Só quero carinho...O teu ouro é falso
Meus pés não estragam andar no descalço

Tapuia venha comigo,
Tu mereces o meu carinho.
Tapuia venha comigo...
Te dou cálice de vinho... Te dou cálice de vinho

Só quero carinho...Sou uma pobre Tapuia
Não bebo no copo, só bebo na cuia.

Colaboração – Eutímio Martins Brasil

2006-2018..... Luiz Carlos M. Cardoso (Bill)..... © focadoemvoce.com